Campanhas de comunicação


No âmbito da educação e sensibilização ambiental, a ARM desenvolve continuamente ações e campanhas, habitualmente destacadas nesta página e/ou na página do Facebook.

Disponibilizamos também algumas imagens e materiais de sensibilização que pode descarregar, imprimir e utilizar para fins educativos, desde que não sejam alterados, conforme os nossos Termos de Utilização.

Termos de Utilização

 

Campanha de sensibilização “Não deixe o futuro ir por água abaixo. Poupe água.”

A Águas e Resíduos da Madeira (ARM) promove em 2017 uma campanha de sensibilização para a Poupança de Água, com o mote: “Não deixe o futuro ir por água abaixo. Poupe água.”, dirigida a toda a população da Região, com o objetivo de consciencializar para o uso adequado do recurso hídrico, através da adoção de hábitos diários que visem a poupança deste bem essencial.

 

 

 Folheto da Campanha

 Vídeo do spot televisivo

 

Dirigida a toda a população da Região, esta campanha tem o objetivo de consciencializar para o uso adequado do recurso hídrico, através da adoção de hábitos diários que visem a poupança deste bem essencial.

A campanha será divulgada em vários meios de comunicação (televisão, anúncios na imprensa, outdoors, ações de rua e ações em escolas e outras entidades) e tem uma mensagem geral focada na poupança do recurso hídrico, através de uma imagem forte que fala por si – relógio de areia (neste caso substituída por água). O tempo surge como um fator transversal a todas as nossas ações diárias. No caso da utilização da água e numa ótica de poupança, quanto menos tempo a usarmos, mais se poupará.

A redução da precipitação verificada nos últimos anos decorrente das alterações climáticas conduz à diminuição da água disponível na natureza, que associada ao aumento da procura de água provoca um desequilíbrio hídrico. Assim, a pressão sobre este recurso é hoje uma realidade com a qual nos confrontamos.

Este desequilíbrio condiciona fortemente o fornecimento de água às populações e ao regadio agrícola. Por isto, o uso eficiente da água é um imperativo, quer por razões ambientais - para assegurar a sustentabilidade dos ecossistemas e dos recursos atuais e futuros; quer por razões sociais - para assegurar a satisfação das necessidades de água potável à população bem como de água para regadio agrícola; e ainda por razões económicas, uma vez que os desperdícios de água contribuem para onerar as famílias e as empresas.

A água é um recurso cada vez mais escasso. Passa por todos nós a preservação deste bem essencial à vida. Cada gesto faz a diferença.

Boas práticas para um uso eficiente da água

Em casa:

  • Não deixe torneiras a pingar água. Mantenha em bom estado as canalizações de sua casa, torneiras, autoclismos e máquinas. Uma torneira a pingar durante 24 horas gasta, em média, 2 litros de água.
  • Tome duche em vez de banho de imersão. Num banho de imersão gasta, em média, 260 litros de água. Num duche gasta cerca 25 litros, se demorar apenas 5 minutos.
  • Não utilize a sanita como balde do lixo. Deite o lixo nos contentores adequados. Por cada descarga do autoclismo gasta, em média, 10 litros de água.
  • Utilize máquinas de lavar roupa e loiça com a carga completa.
  • Opte por eletrodomésticos com menor consumo de água e de energia. Ao poupar água também poupa energia. Reduza a sua Pegada Ecológica.

No jardim ou quintal:

  • Opte por ter plantas endémicas no seu jardim. Estão mais adaptadas ao clima e requerem menos rega.
  • Regue as plantas em hora de menor calor (de manhã ou à noite). Na hora de maior calor, muita água se perde com a evaporação.
  • Armazene água da chuva ou reutilize as águas de uso doméstico (resultantes de lavar frutas e legumes) e use na rega das plantas.
  • Não limpe o terreiro de mangueira, use uma vassoura. Por cada lavagem do terreiro gasta, em média, 100 litros de água.
  • Lave o carro com menos frequência. Quando o lavar utilize um balde e esponja e recorra o menos possível ao uso da mangueira.

Na via pública:

  • Se detetar uma fuga na rede pública de abastecimento, contate a ARM, através do número verde 800 910 500 – chamada gratuita (nos municípios aderentes à ARM), ou a entidade gestora (Câmara Municipal) da sua área de residência.

 

Em situações de escassez de água, adote medidas de poupança ainda mais restritivas. Lembre-se que a água que desperdiça, não chega a quem precisa.
“Não deixe o futuro ir por água abaixo. Poupe água.”

Campanha de recolha de resíduos verdes e monos "Não Queremos Ser Abandonados!"

O abandono de resíduos verdes e de monos na via pública tem sido motivo de preocupação para a empresa Águas e Resíduos da Madeira porque, além de obstruírem as vias públicas, não facilitam a sua recolha por parte dos serviços. Por isto, a ARM inicia, no próximo domingo - dia 30 de abril, uma nova campanha, em vários meios de comunicação (televisão, flyers, mupis, ações em escolas e outras entidades públicas), para sensibilizar a população para não abandonar de resíduos verdes e monos (eletrodomésticos, colchões, entre outros resíduos volumosos). 

Esta campanha visa ainda a divulgação do serviço gratuito de recolha dos resíduos verdes e monos, que a ARM disponibiliza aos seus clientes domésticos, nos municípios de Câmara de Lobos, Machico, Porto Santo, Ribeira Brava e Santana. Para solicitar este serviço, ou seja a recolha de objetos volumosos, como colchões, eletrodomésticos de grandes dimensões, mobiliário, o cliente da ARM tem apenas de ligar para o número verde 800 910 500 (chamada grátis) e agendar a recolha dos resíduos em sua casa. Todo o processo é gratuito, desde o telefonema até ao próprio serviço de recolha.

Pretende-se com uma imagem simples e positiva, com os resíduos ao centro causando uma disrupção num ambiente limpo, apelar ao não abandono destes na via pública e na natureza e incentivar ao pedido do serviço de recolha, garantindo desta forma o seu correto encaminhamento. O apelo é feito pelos próprios resíduos, daí o slogan principal da campanha ser: “NÃO QUEREMOS SER ABANDONADOS!”.

Além de gratuito, este serviço é mais vantajoso para o cliente porque os resíduos são recolhidos à sua porta (desde que bem acondicionados), e também para o meio ambiente, pois a ARM garante o envio da maior parte destes resíduos para valorização. Ao utilizar este serviço, em vez de abandonar os resíduos, estará a contribuir para a limpeza dos espaços públicos e, consequentemente, para o bem-estar, segurança e saúde de todos. O gesto de cada um faz a diferença. 

Este projeto é cofinanciado pelo POSEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos), Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo de Coesão.

 

 

 

 Folheto Campanha Recolha de Resíduos Verdes e Monos

 Vídeo do Spot televisivo

Campanha de poupança de água “A água que desperdiça não chega a quem precisa”

O objetivo primordial da campanha consiste na demonstração inequívoca de que é possível, diariamente, com pequenas mudanças de hábitos, reduzir substancialmente o consumo de água. Até porque é um imperativo global que toda a população assuma uma atitude de responsabilização individual, como forma de coletivamente marcar a diferença. Na verdade, só adotando um consumo racional do recurso hídrico se pode garantir que, hoje e futuramente, este seja disponibilizado em quantidade e qualidade para o consumo de toda a população, bem como para outros fins essenciais como, por exemplo, o abastecimento agrícola.

Acompanhe a campanha também na nossa página no Facebook.


Vídeo 1  |  Vídeo 2  |  Vídeo 3  |  Vídeo 4  |  Vídeo 5  |  Vídeo 6

 

Campanha de divulgação do serviço gratuito de recolha de resíduos verdes e monos

A ARM lançou, no dia 1 de novembro de 2015, uma campanha de divulgação do serviço gratuito de recolha de Resíduos Verdes e Monos, que a ARM tem ao dispor dos seus clientes domésticos, nomeadamente, nos Municípios de Câmara de Lobos, Machico, Porto Santo, Ribeira Brava e Santana.

O objetivo da divulgação deste serviço é o de evitar o abandono de eletrodomésticos, móveis, resíduos provenientes da limpeza de jardins e terrenos, entre outros, na via pública, junto aos contentores, ribeiras e na floresta, promovendo assim a limpeza dos espaços públicos e consequentemente o bem-estar, segurança e saúde da população.

A divulgação deste serviço está a ser efetuada em vários meios de comunicação, designadamente: mupis e outdoors, imprensa escrita, televisão, folhetos e cartazes em vários pontos de atendimento ao público, redes sociais e sites e outras ações de sensibilização à população.

Os principais figurantes da campanha são as crianças, que na educação ambiental têm um papel fundamental na chamada de atenção dos adultos para a problemática dos resíduos. O gesto de cada um pode fazer a diferença. Pelo futuro das nossas crianças, colabore na preservação e limpeza da nossa Região.

Esta iniciativa conta com o apoio da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais e dos Municípios aderentes acima referidos.


   

 

Campanha de poupança de água “A água que desperdiça não chega a quem precisa”

A Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais, através da Direção Regional do Ordenamento do Território e Ambiente (DROTA), e com a colaboração da ARM - Águas e Resíduos da Madeira, iniciou em agosto de 2015 uma campanha de sensibilização de poupança de água, utilizando vários tipos de meios, através dos órgãos de comunicação social, nomeadamente a televisão, rádio e imprensa escrita.

O objetivo primordial da campanha consiste na demonstração inequívoca de que é possível, diariamente, com pequenas mudanças de hábitos, reduzir substancialmente o consumo de água. Até porque é um imperativo global que toda a população assuma uma atitude de responsabilização individual, como forma de coletivamente marcar a diferença. Na verdade, só adotando um consumo racional do recurso hídrico se pode garantir que, hoje e futuramente, este seja disponibilizado em quantidade e qualidade para o consumo de toda a população, bem como para outros fins essenciais como, por exemplo, o abastecimento agrícola.


Comunicado sobre a campanha  |  Vídeo 1  |  Vídeo 2  |  Vídeo 3  |  Vídeo 4  |  Vídeo 5  |  Vídeo 6

 

 

Campanha "Até os pequenos separam"

Em 2012, a mensagem "Até os pequenos separam" espalhou-se pelas viaturas de recolha de resíduos da Águas e Resíduos da Madeira. A campanha teve como objetivo não só decorar as viaturas, mas acima de tudo lembrar toda a população que se os mais pequenos separam os resíduos para reciclagem, também os mais velhos podem e devem fazê-lo.

 

 

Regras dos Ecopontos

Nos Ecopontos da ARM encontram-se as regras de deposição de resíduos nos quatro tipos de contentores. Não só lembramos o que deve depositar, mas também o que não depositar e os cuidados a ter quando coloca os resíduos dentro dos contentores.