Poupar Água

A água é essencial à vida. Ao contrário do que se pensa a água para consumo disponível no planeta não é muita. 97,5% da água é salgada e está basicamente nos mares e oceanos. A água doce, que só representa 2,5% do total, está na sua maior parte nos glaciares polares, estando apenas 0,3% desta disponível e de fácil acesso em lagos, rios e lençóis subterrâneos pouco profundos. Por isto o seu uso deve ser racional e a poupança de água é necessária e dever de todos (cartaz Poupar Água).

Dicas para poupar água em sua casa:

O Ciclo da Água

A água existe na Terra em três estados: o sólido (gelo), o líquido (estado normal) e o gasoso (vapor de água).

Os oceanos, os rios e atmosfera estão em constante inter-relacionamento: a água da superfície da terra evapora-se, a água das nuvens precipita-se, a chuva infiltra-se pela terra, etc. A quantidade total de água no planeta é sempre a mesma. À sua circulação chamamos “Ciclo da Água”.

O Ciclo da Água “começa” com a evaporação da água desde a superfície do oceano, rios e lagos. À medida que se eleva, o ar húmido arrefece e o vapor de água forma gotas que no seu conjunto dão origem às nuvens (condensação), que caiem com o seu próprio peso (precipitação). Se na atmosfera faz muito frio, a água cai em forma de neve ou granizo. Se está mais quente, caiem gotas de chuva.

Uma parte da água chega à terra e será aproveitada pelos seres vivos, outra escorre pelas montanhas até chegar aos rios, lagos ou ao oceano (escorrência superficial). Outra parte infiltrar-se-á através do solo, formando os lençóis de água (água subterrânea). Mais tarde ou mais cedo toda esta água voltará novamente para a atmosfera devido à evaporação, principalmente.

Ao evaporar-se, a água deixa na terra todos os elementos que a contaminam. Por isso, o ciclo da água entrega-nos um elemento puro. Outro processo que também purifica a água e faz parte do ciclo da água envolve a actividade das plantas e dos animais -evapotranspiração.

O Ciclo Urbano da Água

O Ciclo Urbano da Água corresponde a todas etapas/fases de utilização da água, desde o momento em que é captada até ao momento da sua restituição à natureza.

 

 

 

 

As fases principais são:

Captação de água - pode ser captada em albufeiras (águas superficiais), subterrâneas (lençóis freáticos);
Tratamento de água - para ser consumida a água tem de ser tratada numa ETA (Estação de Tratamento de Água).
Adução de água - a água é conduzida no espaço por adutoras. A adução pode ser gravítica ou pressurizada. A pressurização é conseguida com uma estação elevatória de água;
Armazenamento de água - armazenamento em reservatórios para abastecer quando for necessário;
Distribuição de água - a água é conduzida pela rede de distribuição até ao ponto de consumo
Tratamento de águas residuais - para que a qualidade final do efluente seja compatível com a capacidade de biodegradação do meio de descarga. O tratamento é feito numa ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais);
Devolução - ponto onde a água é restituida à natureza.