As instalações

 

A Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos (ETRS) da Meia Serra constitui a principal infraestrutura do Sistema de Transferência, Triagem, Tratamento e Valorização de Resíduos Urbanos da Região Autónoma da Madeira e integra soluções de valorização, tratamento e destino final de resíduos existentes na Região.

A valorização energética efectuada na Instalação de Incineração de Resíduos Sólidos Urbanos (IIRSU), na ETRS, é um processo controlado e automatizado que, para além de tratar os resíduos indiferenciados termicamente, possibilita a produção de energia elétrica, a qual é direcionada para a rede de distribuição pública.

Os processos de gestão de resíduos que integram atualmente a  ETRS são os seguintes:

A ETRS compreende ainda uma  ETAR e outras  instalações de apoio.

Situada no vale do Porto Novo, no concelho de Santa Cruz, a Estação de Transferência da Zona Leste e de Triagem da Madeira ( ETZL/ET) consiste numa solução integrada de: 

  • Receção,  triagem, acondicionamento e encaminhamento para o Continente, dos materiais recicláveis recolhidos seletivamente (embalagens de vidro, papel/cartão, plástico e metal);
  • Receção no Ecocentro, acondicionamento e encaminhamento para operadores licenciados (valorização) ou para destino final, de outros fluxos de resíduos;
  • Receção e  transferência até à ETRS dos resíduos sólidos urbanos provenientes da recolha indiferenciada nos concelhos de Machico, Santa Cruz e Santana.

A Estação de Transferência da Zona Oeste (ETZO), localizada no sítio da Meia Légua, concelho da Ribeira Brava, visa a optimização do transporte dos resíduos urbanos dos concelhos de Calheta, Ponta do Sol, Porto Moniz, Ribeira Brava e São Vicente para valorização ou destino final.

Como principais instalações, a  ETZO conta com:

  • Um  Edifício de Transferência para receção e transferência até à ETRS dos resíduos sólidos urbanos provenientes da recolha indiferenciada;
  • Um Ecocentro para receção, acondicionamento e encaminhamento para operadores licenciados (valorização) ou para destino final, de vários fluxos de resíduos;
  • Uma Estação de Tratamento de Águas Residuais e outras instalações de apoio.

O Centro de Processamento de Resíduos Sólidos (CPRS) do Porto Santo tem por objetivo a gestão adequada e sustentável dos resíduos urbanos produzidos na ilha.

O  CPRS conta com as seguintes infraestruturas de gestão de resíduos:

  • Um  Edifício de Transferência para receção e transferência até à ETRS dos resíduos sólidos urbanos provenientes da recolha indiferenciada;
  • Um  Edifício de Triagem para receção, triagem, acondicionamento e encaminhamento para o Continente, dos materiais recicláveis recolhidos seletivamente (embalagens de vidro, papel/cartão, plástico e metal);
  • Um Ecocentro para receção, acondicionamento e encaminhamento para operadores licenciados (valorização) ou para destino final, de vários fluxos de resíduos;
  • Célula fusível para deposição de resíduos urbanos, em situações de emergência.